Get Adobe Flash player

A Beleza do seu Sorriso

Cada vez mais os meios de comunicação de massa ressaltam a importância de ter um sorriso agradável com dentes brancos e bem contornados. Na verdade o que eles estão fazendo é ditar padrões estéticos que as pessoas procuram seguir ao máximo. As pessoas descobriram que seus líderes, astros, cantores e modelos preferidos usam técnicas de estética dental para se tornarem mais apresentáveis e atraentes. Algumas dessas pessoas seguiram esse exemplo e começaram a solicitar aos seus dentistas que eles deixassem seus dentes iguais aos das celebridades e, para isso, se informaram sobre os métodos e materiais que poderiam melhorar a sua aparência.
Assim estava lançada a época do marketing pessoal. Almejar um sorriso saudável e esteticamente aceitável deixou de ser privilégio dos "ricos e famosos" e passou a ser uma realidade palpável. À medida que as técnicas e materiais evoluem, as pesquisas se aprimoram e a tecnologia invade todas as áreas, a segurança dos tratamentos cosméticos melhoram, levam à popularização dos procedimentos e força a queda dos custos dos tratamentos, tornando-os mais acessíveis.

A estética facial e o sorriso estão intimamente relacionados. No mundo moderno e civilizado, dentes brancos, bem contornados e bem alinhados estabelecem o padrão de beleza. Tais dentes são, não apenas considerados atraentes, mas indicam saúde nutricional, amor próprio, status econômico e sensualidade. De todas as espécies animais, a humana é a única que pode sorrir. Mas quantas pessoas perdem a auto-estima devido a um sorriso ou estética dental prejudicada, levando-as a se comportarem de maneira reservada e tímida. Nesses casos que, dependendo da causa e intensidade da alteração de cor, o CLAREAMENTO DENTAL passa a ser a primeira alternativa.

Porque os dentes alteram sua cor ?
Os dentes podem sofrer alterações na sua cor devido a fatores externos (extrínsecos) ou internos (intrínsecos): Os fatores extrínsecos são, geralmente, manchas superficiais nos dentes causadas pela ingestão exagerada de alimentos e substâncias que contenham corantes fortes. Essas manchas não são motivo de grande preocupação para o dentista, pois são de fácil remoção através de uma profilaxia (limpeza dental profissional). A situação se complica quando existem irregularidades no esmalte, recessão gengival, restaurações defeituosas, dentina exposta, etc. Assim os pigmentos tornam-se mais profundos e de difícil remoção, obrigando o dentista a aplicar técnicas mais radicais como, por exemplo, o polimento dental com pastas abrasivas e/ou raspagem da coroa e raiz dos dentes afeta dos.
As descolorações intrínsecas têm os pigmentos incorporados na intimidade da estrutura dental. São profundas e necessitam do tratamento específico de CLAREAMENTO DENTAL. Podem ser adquiridas durante a vida ou ser congênitas, ou seja, aparecerem na fase de formação dos dentes. Veja o quadro abaixo

Fatores que alteram a cor dos dentes

Intrínsecos Extrínsecos
Cigarro Dentinogênese Imperfeita
Café Amelogênese Imperfeita
Chá Fluorose
Vinho Tinto Hipoplasia de Esmalte
Refrigerantes de Cola Tetraciclina (antibiótico)
Placa Bacteriana Traumatismo

Manchas por Tetraciclina:
Apenas um grama de tetraciclina, princípio ativo de alguns antibióticos causa efeito devastador na formação dos dentes no que se refere a sua cor. Os dentes são mais susceptíveis à descoloração durante sua formação, ou seja, entre o 2º trimestre no útero materno até cerca de 8 anos de idade. Acredita-se que as partículas de tetraciclina são incorporadas à dentina durante a calcificação dos dentes. A severidade das manchas depende do tempo e duração da administração da droga e do tipo de tetraciclina. A maioria dos casos se encaixa em três categorias (graus):

Grau I Manchas amarelas ou cinza claro
Distribuição suave e uniforme
Responde bem ao Clareamento
   
  Manchas amarelas ou cinzas mais escuras
Grau II Distribuição uniforme
  Responde razoavelmente ao Clareamento
   
  Manchas cinzas ou azul escuras
Grau III Distribuição por faixas
  Responde mal ao Clareamento

 

Manchas por minociclina:
Recentemente descobrui-se que um derivado semi-sintético da tetraciclina vem causando manchas nos dentes dos adolescentes que usam medicamentos a base de minociclina para tratamento da acne.

Diferentemente da tetraciclina, a minociclina é absorvida pelo trato gastro-intestinal e não combina bem com o cálcio dos dentes. Os pesquisadores acreditam que a pigmentação ocorre pela quelação com o ferro e formação de complexos indissolúveis. As manchas são muito parecidas com as da tetraciclina, mas respondem bem ao clareamento.

Fluorose:
Manchas causadas pela ingestão exagerada de flúor durante a formação e calcificação do esmalte dental. As manchas apresentam-se como brancas, amarelas ou marrons. Não assumem um padrão definido e podem localizar-se em qualquer área do dente (foto).

Envelhecimento:
Nossos dentes também acompanham o processo natural de envelhecimento do corpo. Os tipos e intensidades das descolorações dependerão da mistura de fatores genéticos, ambientais, do uso e abuso de determinadas substâncias e dos hábitos. Exemplo: Tabagismos, uso do café, traumas, desgaste dental, aumento da formação da dentina, etc.

Técnicas de Clareamento Dental -

Clareamento Dental Caseiro ou em Moldeiras
Na hora de dormir escove adequadamente os dentes e use o fio dental.

Coloque uma gota do gel clareador dentro de cada espaço da placa equivalente a cada dente.

Encaixe a placa sobre os dentes

Use a placa carregada de gel clareador durante o sono (6 a 8 horas), todas as noites.

De manhã, retire a placa, limpe-a e execute normalmente a higiene bucal.

Repita os passos acima no dia seguinte. Isso deve ocorrer por no mínimo 3 semanas.

Em caso de qualquer desconforto, consulte seu dentista.

Esse tipo de Clareamento é realizado, no mínimo em 03 semanas, stressando o paciente (sono e ansiedade) e, em algumas vezes, trazendo desconforto nas vias aéreas superiores devido ao extravasamento do gel durante o sono.


Clareamento Dental a Laser
É realizado no consultório dentário, tem como objetivo remover descolorações em dentes vitais e não vitais (tratados endodonticamente). A grande vantagem dessa técnica são os excelentes resultados alcançados em uma única sessão e em curto espaço de tempo, aproximadamente 90 minutos. Porém exige do profissional experiência e cuidados especiais tanto com os tecidos moles da boca do paciente, quanto a si próprio e sua equipe. O paciente sai do consultório com os dentes clareados, com um sorriso esteticamente aceitável e recuperando a sua auto-estima.

Clareamento a Laser - Procedimentos

Antes do Clareamento Antes do Clareamento
Moldeira de Orientação / Barreira de Proteção Gengival e Gel Clareador Abridor de Boca
Laser ativando Gel Clareador. Após 09 minutos aplicando o laser, os dentes, então, são lavados com água, removendo o Gel Clareador. Avalia-se o resultado obtido. Caso o paciente queira clarear mais os dentes, o laser poderá ser aplicado mais duas vezes na mesma sessão, até ficar na tonalidade que o paciente desejar.
Antes do Clareamento Após o Clareamento
Antes do Clareamento Após o Clareamento

O agente clareador:
O produto mais utilizado nesta técnica é o peróxido de hidrogênio a 35% que pode apresentar-se tanto na forma líquida quanto na consistência de gel. O uso de fontes de calor (luzes, plasma, laser, etc.) é usado para ativar e acelerar o processo.

Cuidados especiais:
Por se tratar de agentes clareadores fortes, em altas concentrações, cuidados especiais devem ser tomados. Todos os tecidos moles do cliente (gengivas, bochecha, língua e lábios) devem ser isolados do contato com o produto clareador. O profissional e sua equipe também devem se precaver utilizando-se de luvas, aventais de manga comprida e óculos de proteção.

Como manter dentes clareados
1- Hábitos: pessoas que fumam ou ingerem com freqüência substâncias com grande quantidade de corantes, como café, chá ou vinho tinto, ou têm uma higiene deficiente, terão os resultados do clareamento reduzidos. Nessas a necessidade de repetição ou manutenção do tratamento clareador e/ou limpeza mecânica dos pigmentos externamente impregnados pelas substâncias anteriormente citadas, deverão ser feitas sem espaços de tempo menores e com mais freqüência, para que os resultados alcançados com o clareamento não se percam rapidamente.

2- Causa da descoloração: dentes escurecidos por tratamento de canal, por exemplo, respondem bem ao clareamento no consultório a curto prazo, mas costumam retornar à descoloração em menor espaço de tempo e com mais freqüência do que dentes naturalmente amarelados pela idade. Concluímos disso que não só uma técnica bem executada é necessário para se obter bons resultados no clareamento de dentes. Resultados imediatos quase sempre são possíveis. Porém temos que pensar a longo prazo. E a durabilidade dos efeitos estéticos alcançados com o clareamento é um misto de vários fatores, que tanto o profissional deverá conhecer, como o cliente, também, deverá estar ciente das limitações do seu caso. Assim evitamos que expectativas irreais sejam frustradas. Além disso, manutenções sempre são necessárias. Retornos ao dentista são imprescindíveis.

Contra indicação dos Clareamentos Dentais
1- Pacientes grávidas
2- Pacientes com hipersensibilidade dentinária severa
3- Pacientes com recessão gengival severa
4- Pacientes especiais (portadores de deficiências mentais ou psicomotoras)
5- Paciente com história de alergia a qualquer componente da fórmula do produto clareador
6- Pacientes com úlceras e feridas nas gengivas e mucosas bucais
7- Pacientes com história de lesões malignas (câncer) ou pré-cancerizáveis

Dr. Hélio Sérgio Pellegrino Júnior
Cirugião Dentista
Clareamento Dental, Estética, Prótese Dental, Cirurgia e Implante
Rua 13 de maio 337 – 7º andar – conjunto 72
Catanduva - S.P.
(17) 3522.11.70

 

Pesquisa

Dicas Rápidas

Uma alimentação saudável deve ser variada, colorida e ter todos os nutrientes para um bem estar físico e mental.

Visitantes

Nós temos 21 visitantes online

Enquete

O que você acha do atraso da noiva no próprio casamento ?