Get Adobe Flash player

Ser chique até para “rodar a baiana”...

Existem situações em que algo incomoda tanto, testa tanto sua paciência, que de repente, sem pensar nas conseqüências, a vontade é de dizer umas verdades e “rodar a baiana”!

Quem nunca se viu numa situação dessas?

Todo ser humano tem sua dose de tolerância e calma, uns mais outros menos, mas o certo é que motivos muitas vezes não faltam. O difícil é controlar o grau e a forma como esse desabafo acontece. Quando tudo passa, pode até ficar um pouco de arrependimento, mas aí, já foi, e não tem mais volta.

Mas, como as emoções afloram de formas diferentes, às vezes elas tem suas razões de ser, e há momentos em que esse tipo de atitude é perfeitamente aceitável no que se refere ao comportamento. Principalmente quando quem errou primeiro ou quem foi deselegante e mal educado, foi a outra parte.

Não se trata de pagar na mesma moeda, mas, quando os outros ultrapassam seus limites, invadem nosso território ou simplesmente abusam da nossa boa vontade, é o caso de mostrar, sim, de maneira mais radical, o quanto isto é inaceitável, e que na sua frente existe uma pessoa que merece respeito e consideração.

Você está com seu namorado(a) ou marido e outra pessoa dá em cima dele(a) descarada e ostensivamente. Na primeira vez você finge que não ouviu. Na segunda, olha muito feio. Mas, na terceira…, não tem como deixar pra lá.

Você espera há meia hora no bar do restaurante, tentando driblar a fome com petiscos e coisinhas assim, quando vê o maitre saudar efusivamente um casal que acabou de entrar e encaminhá-los sem titubear para uma mesa recém desocupada. Dá pra ficar quieto?

Bêbados. Ocasionais ou não, exigem sempre medidas drásticas. São chatos e inconvenientes.

Prepotência - não há nada pior: aquelas pessoas que acham que podem tudo e fazem a linha " Você sabe com quem está falando?"

E, como não tem uma boa compreensão das relações humanas, normalmente, acabam atendendo apenas no grito - fazer o que?

Você esperou mais de quinze minutos por aquela vaga no estacionamento e, quando vai dar ré, chega um muito espertinho por trás e embica antes de você… Dá pra deixar barato?

Nestes e, em tantos outros momentos, é impossível manter a calma.

Na verdade, reações assim só se justificam como uma resposta a algum abuso. O fato de fazer valer nossos direitos, colocar claramente o que pensamos, mostrarmos enfim, que, apesar de chiques e elegantes, não somos “bobos”... Se conseguirmos expressar nossa indignação com uma certa classe, sem perder a compostura, reafirmaremos a nossa retidão de caráter, nossa inteligência e bom senso.. É assim que se desarma um mal educado!

Com certeza seremos apoiados por aqueles que eventualmente tenham presenciado o episódio, admirados por quem souber do acontecido e respeitados por quem provocou o triste fato.

 

Pesquisa

Dicas Rápidas

Para conseguir uma pele bem hidratada é preciso passar hidratante todos os dias no corpo todo, além de beber muita água.

Visitantes

Nós temos 35 visitantes online

Enquete

O que você acha do atraso da noiva no próprio casamento ?