Get Adobe Flash player

SEMANA MUNDIAL DA AMAMENTAÇÃO

Medo de não ter leite, de sentir dor, de ter fissuras no seio. A amamentação é um momento de cumplicidade entre mãe e filho, mas não são poucas as inseguranças que as mulheres sentem, principalmente no início da prática. Os temores são naturais, mas, nem por isso, irão se concretizar. Para destacar a importância, esclarecer sobre o assunto e incentivar o aleitamento materno foi criada a Semana Mundial da Amamentação, de 01 a 07 de agosto. "Não ter leite ou ter leite 'fraco' são medos infundados. Toda mulher é capaz de amamentar e todo leite é de qualidade. Já a dor e as fissuras são intercorrências não obrigatórias. Na mulher que é bem orientada, estes problemas não ocorrem", explica o pediatra Marcus Renato de Carvalho, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro e membro do International Board Certified Lactation Consultants (IBCLCs).

“As mamas são preparadas naturalmente durante a gestação e o que faz produzir leite é o bebê sugar as mamas - quanto mais suga, mais leite”. Apesar de 96,4% das mães brasileiras afirmarem que as crianças foram amamentadas pelo menos uma vez, a exclusividade desse alimento em bebês com até seis meses de vida alcança 40% das crianças, de acordo com dados do Ministério da Saúde. A recomendação do órgão é a amamentação exclusiva até os seis meses e continuada até dois anos ou mais.

O aleitamento deve ocorrer na primeira hora após o nascimento. O primeiro leite é o colostro, rico em anticorpos. Estatísticas apontam que cerca de sete mil mortes de bebês até o primeiro ano de vida no Brasil poderiam ser evitadas com a amamentação na primeira hora após o parto.

Uma das principais dificuldades na amamentação é quando o bebê não suga ou tem a sucção fraca. Para resolver a questão a mãe deve estimular a mama regularmente, no mínimo cinco vezes ao dia, por meio de ordenha manual ou por bomba de sucção. Isso garantirá a produção do leite. "As mamas são preparadas naturalmente durante a gestação e o que faz produzir leite é o bebê sugar as mamas - quanto mais suga, mais leite", explica Marcus Renato.

Muitas vezes os bebês resistem à amamentação devido ao uso de bicos artificiais ou chupetas, Às vezes a criança também sente dor quando é posicionada para mamar. De acordo com cartilha distribuída pelo Ministério da Saúde, a solução para esses casos é manter a calma, suspender o uso de bicos e chupetas e insistir nas mamadas por alguns minutos cada vez.

A recomendação funcionou com a psicóloga Tânia Mara. Sua segunda filha resistiu para "pegar" no peito. Depois de consultar um pediatra, decidiu tirar a chupeta e, pouco a pouco, a criança foi se acostumando. "Mas tive que insistir", lembra

Fonte: site Bolsa de Mulher.

Mais Artigos...

 

Pesquisa

Dicas Rápidas

Criar um hábito qualquer requer uma repetição do mesmo durante 21 dias. Depois desse período, ele se manterá sem que você perceba. Experimente!"

Visitantes

Nós temos 64 visitantes online

Enquete

O que você acha do atraso da noiva no próprio casamento ?